Sírios e libaneses no oeste paulista – décadas de 1880 a 1950

Palavras-chave: sírios e libaneses, oeste paulista, mobilidade socioeconômica, integração, identidade, lideranças étnicas

Resumo

O artigo busca explorar os condicionantes e características distintivas da inserção socioeconômica de sírios e libaneses no interior paulista, entre as décadas de 1880 e 1950. Do início difícil como mascates, portadores de uma cultura distante, os sírios e libaneses lograram se firmar como comerciantes, aproveitando as oportunidades que suas redes (de parentes e conterrâneos) e a economia cafeeira em expansão ofereciam, estabelecendo-se sobretudo nos ramos de roupas, tecidos e armarinhos de secos e molhados e de gado e cereais. Tomando como fonte principal uma série de obras – acadêmicas e memorialísticas –, nas quais o imigrante sírio e libanês é retratado no interior, o artigo indica ainda as principais regiões do oeste paulista nas quais o grupo se concentrou, discute trajetórias que ilustram algumas das possibilidades de mobilidade, a formação de lideranças, o modo como as práticas religiosas se transformaram e a mobilidade acentuada – como doutores e políticos – conquistada por estratos da primeira geração nascida no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Oswaldo Truzzi, Universiadade Federal de São Carlos
Professor Titular Senior do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar

Referências

ALMEIDA, A. T. Oeste paulista – a experiência etnográfica e cultural. Rio de Janeiro: Alba, 1943.

ARANTES NETO, A. Dicionário rio-pretense de A a Z. São José do Rio Preto: Casa do Livro, 2001.

BACKEUSER, E. Comércio ambulante e ocupações de rua no Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Geografia, v. 6, n. 1, p. 14, 1944.

BASSANEZI, M. S. et al. Atlas da imigração internacional em São Paulo. São Paulo: Ed. Unesp, 2008.

BASTANI, T. J. O Líbano e os libaneses no Brasil. Rio de Janeiro: Estabelecimento de Artes Gráficas, 1945.

BASTOS, W. de L. Os sírios em Juiz de Fora. Juiz de Fora: Edições Paraibuna, 1988.

BRANDÃO, G. A. Sírios e libaneses em Cuiabá: imigração, especializações e sociabilidade. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), Cuiabá, 2007.

BRANDI, A. São José do Rio Preto: 1894-1907 – o ciclo dos intendentes e a criação da comarca. São José do Rio Preto: THS Editora, 2012.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Industria e Commércio. Recenseamento do Brazil 1920. Rio de Janeiro: TYP da Estatística, 1922.

CABREIRA, M. M. Cultura e identidade em São Paulo: a imigração síria e libanesa. EccoS Revista Científica, São Paulo, v. 3, n. 1, p. 93-103, 2001. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=71530107. Acesso em: 17 maio 2019.

CAMPOS, M. A. Turco pobre, sírio remediado, libanês rico: trajetória do imigrante libanês no Espírito Santo. Vitória: Instituto Jones dos Santos Neves, 1987.

CAVALHEIRO, A. (org.). Album Illustrado da Comarca de Rio Preto 1927-1929. São Paulo: Casa Editora Duprat-Mayença, 1929.

CHOEIRI, E. Colonia Syria em Rio Preto. In: CAVALHEIRO, A. Album Illustrado da Comarca de Rio Preto 1927-1929. São Paulo: Casa Editora Duprat-Mayença, 1929.

COELHO, H. M. F. Imigração e história local: sírios e libaneses em Franca. Tese (Livre Docência) – Faculdade de História, Direito e Serviço Social/Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (FHDSS/Unesp), Franca, 1998.

DEFFONTAINES, P. Mascates ou pequenos negociantes ambulantes do Brasil. Geografia, v. 2, n. 1, p. 26-29, 1936.

DEZAN, M. D. de S. Impactos das imigrações espanhola e sírio-libanesa como fator para o desenvolvimento econômico e diversidade cultural na organização do espaço geográfico piracicabano. Tese (Doutorado em Geografia) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas/Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Rio Claro, 2012. Disponível em: http://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/104432/dezan_mds_dr_rcla.pdf?sequence=1. Acesso em: 17 dez. 2018.

DUOUN, T. A emigração sírio-libanesa às terras de promissão. São Paulo: Tipografia Editora árabe, 1944.

DRUBI, S. Colina, capital nacional do cavalo. Barretos: Sete Virtudes, 2007.

DRUBI, S. Raízes de Jaborandi. Barretos: Soares Barretos, 1998.

FERNANDJES, R. A habilidade árabe no comércio. Diário da Região, São José do Rio Preto, SP, 19 mar. 2008.

FRANCISCO, J. C. B. Dos cedros aos pampas: imigração sírio-libanesa no Rio Grande do Sul, etnicidade e assimilação (1890-1949). Tese (Doutorado em História) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2017.

GATTAZ, A. Do Líbano ao Brasil: história oral de imigrantes. Salvador: Pontocom, 2012.

GATTAZ, A. História oral da imigração libanesa no Brasil, 1888-2000. Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo (FFLCH/USP), São Paulo, 2001.

GOMES, A. M. Os libaneses em Cajuru. Tese (Doutorado) – Centro Universitário Barão de Mauá, Ribeirão Preto, 2004.

GOMES, L. Gente que ajudou a fazer uma grande cidade – Rio Preto. São José do Rio Preto: Editora Gráfica São José, 1975.

GREIBER, B. L. et al. Memórias da imigração – libaneses e sírios em São Paulo. São Paulo: Discurso Editorial, 1998.

GRISPINO, I. S. Sentimentos de família. Família Feres Sadalla. Ribeirão Preto (edição da autora), 2002.

HAJJAR, C. Imigração árabe: 100 anos de reflexão. São Paulo: Ícone, 1985.

HITTI, P. K. The Syrians in America. New York: George H. Doran Company, 1924.

JACOB, J. M. Sírios e libaneses: árabes diferentes, brasileiros iguais ou de como a identidade étnica se transforma e se mantém. Monografia (Bacharelado em Ciências Sociais) – Universidade de Brasília, Brasília, 2014.

JORGE, S. Álbum da colônia sírio-libanesa no Brasil. São Paulo: Sociedade Impressora Brasileira,

KHOURI, J. M. Pelos caminhos de São Paulo: a trajetória dos sírios e libaneses na cidade. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo (FFLCH/USP), São Paulo, 2013.

KNOWLTON, C. Sírios e libaneses: mobilidade social e espacial. São Paulo: Anhembi, 1961.

KURBAN, T. Os sírios e libaneses no Brasil. São Paulo: Sociedade Impressora Paulista, 1933.

MARTINS, D. Imigração árabe e religiosidade em São José do Rio Preto – Igreja Católica Apostólica Ortodoxa Antioquina: um estudo de caso. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) – Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2009.

MENEZES, R. Espiral. História do desenvolvimento cultural de Barretos. Barretos: Instituto Tecnológico e Científico Prof. Roberto Rios (Intec), 1985.

NUNES, H. P. A imigração árabe em Goiás (1880-1970). Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo (FFLCH/USP), São Paulo, 1996.

OLIVEIRA, M. R. C. Imigração sírio-libanesa em Campo Grande e o Clube Libanês. Dourados: Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), 2010.

PINTO, P. H. Árabes no Rio de Janeiro: uma identidade plural. Rio de Janeiro: Cidade Viva, 2010. PRATES, P. C. Ribeirão e seus homens progressistas. Ribeirão Preto (edição do autor), 1981.

REGO, M. F. Memória da imigração de sírios e libaneses em Rondonópolis – MT. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), Cuiabá, 2006.

RIBEIRO, P. Multiplicidade étnica no Rio de Janeiro: um estudo sobre o ‘SAARA’. Acervo, v. 10, n. 2, p. 199-212, 1997.

ROSA, M. D. ‘Fazer a América’: sírios e libaneses em Altinópolis. Amicus, ano II, n. 3, 2001a.

ROSA, M. D. Memórias da imigração: a trajetória do imigrante sírio-libanês em Altinópolis. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de História, Direito e Serviço Social/Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (FHDSS/Unesp), Franca, 2001b.

SAFADY, J. S. A imigração árabe no Brasil. Tese (Doutorado). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo (FFLCH/USP), São Paulo, 1972.

SANTOS, M. et al. Migração: uma revisão sobre algumas das principais teorias. Belo Horizonte: Centro de Desenvolvimento e Planejamento/ Universidade Federal de Minas Gerais (Cedeplar/UFMG, 2010 (Texto para Discussão, n. 398). Disponível em: https://www.cedeplar.ufmg.br/publicacoes/textos-para-discussao/textos/2010/661-398-migracao-uma-revisao-sobrealgumas-das-principais-teorias. Acesso em: 6 out. 2019.

SOUZA, R. S. Uma vida entre dois mundos: imigrantes sírios e libaneses em Dourados (1910-1980). Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2007.

SOUZA, M. M. C. M. O povo da caixa e a 25 de março: memórias da imigração síria e libanesa em São Paulo. Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo (FFLCH/USP), São Paulo, 2003.

TRUZZI, O. Patrícios. Sírios e libaneses em São Paulo. 2. ed. São Paulo: Ed. Unesp, 2008a.

TRUZZI, O. Redes em processos migratórios. Tempo Social, v. 20, n. 1, p. 199-218, 2008b.

TRUZZI, O. Religiosidade cristã entre árabes em São Paulo: desafios no passado e no presente. Religião & Sociedade, v. 36, n. 2 p. 266-291, 2016.

VILELA, E. M. Sírios e libaneses. Redes sociais, coesão e posição de status. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 26, n. 76, p. 157-225, 2011. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=10719120009. Acesso em: 17 maio 2019.

WEINSTEIN, B. The color of modernity: São Paulo and the making of race and nation in Brazil. Durham: Duke University Press, 2015.

YKEGAYA, T. Imigração árabe em Foz do Iguaçu: a construção de uma identidade étnica. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2006.

Publicado
2019-11-04
Como Citar
Truzzi, O. (2019). Sírios e libaneses no oeste paulista – décadas de 1880 a 1950. Revista Brasileira De Estudos De População, 36, 1-27. https://doi.org/10.20947/s0102-3098a0086
Seção
Artigos originais